Os diversos Calendários Maçónicos

Início/Notícias/Os diversos Calendários Maçónicos

Os diversos Calendários Maçónicos

O calendário maçónico é baseado no começo ou na data de um evento. As Lojas maçónicas têm diferentes ritos e cada um usa um calendário maçónico diferente para celebrar a data de um começo histórico, como a criação do mundo ou um evento histórico específico do rito. Os dados são usados em documentos maçónicos oficiais.

Os dados históricos são simbólicos e não devem ser considerados como uma crença maçónica. Os calendários estão ligados à criação de luz física no universo, com o nascimento espiritual da Maçonaria e a luz intelectual do candidato.

A grande maioria dos calendários começa com a palavra latina Anno, que significa “no ano de”. Existem também as abreviaturas E. C., que significa Era Comum, e E. V. para Era Vulgar. Os Cristãos chamam-na de Era Cristã (E. C.) ou Depois de Cristo (d. C.) e Antes de Cristo (a. C.). O estudo dos calendários maçónicos pode ser frustrante se não se conhece as razões e o simbolismo que eles contêm, mas enriquece o rito que é praticado.

Algumas pessoas anti maçonaria, sem cultura e sem conhecimento de latim, têm insinuado que Anno Lucis, significa o Ano de Lúcifer, explicação totalmente longe da verdade. Na antiguidade todos os certificados maçónicos, placas e documentos eram escritos em latim, pelo que as datas eram baseadas nesse idioma.

A única ideia é mostrar que os princípios que a Maçonaria manipula são tão antigos quanto a existência do mundo.

As Lojas simbólicas

Anno Lucis. O Ano da Luz (A. L. ou A. La), ou o Ano da Verdadeira Luz (A. D. V. L.), simboliza o ano da criação do mundo por Deus. Este calendário não é exclusivo da Maçonaria; foi também usado pela Igreja Católica, por Imperadores e Reis nas suas comunicações.

Significado Histórico: O Ano da Luz, significa o ano da criação do mundo (aproximadamente 4.000 anos antes da Era Comum), como se pode ler no terceiro verso do Génesis na versão da Bíblia do Rei Jaime, bem como na Torá: (1,3) – “E Deus disse, que haja luz e fez-se luz“.

As Lojas Simbólicas do R.E.A.A., Rito Francês, Rito de York na América e na Europa, usam a palavra Anno Lucis (Ano da Luz).

Cálculo: O Anno Lucis acha-se, adicionando 4.000 anos (desde a criação do mundo até à presente data): 4000 aC. + 2019 d.C. = 6019 (Anno Lucis). O ano começaria em 1 de Março e terminaria em 28 (ou 29, se aplicável) de Fevereiro do ano seguinte. A datação maçónica é obtida de acordo com o seguinte exemplo: 1 de Março de 2019 = 1º dia do 1º mês de 6019. Os meses são nomeados segundo o nome do calendário hebraico.

Relevância: O calendário das Lojas Simbólicas celebra a criação do mundo. Na teologia convencional, acreditava-se que a Terra foi criada há 4000 anos.

Rito Escocês Antigo e Aceite

Anno Mundi: No ano do mundo (A. M. ou Aa Ma). É a data que indica o ano em que Deus criou o mundo de acordo com o calendário hebraico, de acordo com os cálculos da genealogia encontrados no livro de Génesis. É usado nos altos graus de R. E. A. A..

Significado histórico: O Anno Mundi começa com a criação do mundo e é baseado no calendário hebraico. O ano começa em Setembro, ao contrário do calendário gregoriano que usamos actualmente, no qual o ano começa em Janeiro.

Existem diferenças marcantes entre o calendário hebraico e o calendário gregoriano. No calendário hebraico, alguns meses têm 29 dias e outros, 30.É um calendário lunisolar, ou seja, é baseado nos movimentos da terra ao redor do sol (ano) e da lua ao redor da terra (mês), com base num complexo algoritmo para calcular as estações do ano e as fases da lua. Cada dia começa a contar-se ao pôr do sol que é a hora zero; De acordo com o Génesis, quando Deus criou o tempo, criou primeiro a noite e depois o dia.

Cálculo: O Anno Mundi é calculado adicionando 3760 anos ao calendário actual ou Era Vulgar (E. V.) (3760 + 2019 = 5779). Depois de Setembro, acrescenta-se um ano mais. Os meses e dias são designados pelos seus nomes hebraicos.

  • NISSAN – 21 Março – 20 Abril;
  • JIAR – 21 Abril – 21 Maio;
  • SIVAN – 22 Maio – 21 Junho;
  • THAMOUZ – 22 Junho – 23 Julho;
  • ALO – 24 Julho – 23 Agosto;
  • ELoUl – 24 Agosto – 23 Setembro;
  • TISHRI – 24 Setembro – 23 Outubro;
  • MARJEVAN – 24 Outubro – 22 Novembro;
  • KIsLeY – 23 Novembro – 21 Dezembro;
  • TEBETH – 22 Dezembro – 21 Janeiro;
  • SHEVAT – 22 Janeiro – 19 Fevereiro;
  • ADAR – 20 Fevereiro – 20 Março.

Relevância. O calendário do Rito Escocês Antigo e Aceite celebra a criação do mundo 3760 / 3761 anos antes da Era Comum (E. C. ou E. V.).

Rito Francês ou Moderno

O Rito Francês usa o Anno Lucis. O Ano da Luz (A.L. ou A. La) ou o Ano da Verdadeira Luz (A. D. V. L.) é o ano da criação do mundo por Deus. Também acrescenta 4000 anos à data actual, mas o ano maçónico começa em 1 de Março.

Este mês leva o nome da ordem numérica que ocupa e é então chamado de primeiro mês, Abril é o segundo mês e assim por diante.

Cálculo: O Anno Lucis calcula-se somando 4000 anos ao calendário Gregoriano ou Era Vulgar (4000 + 2019 = 6019); costuma-se datar o Rito Francês assim: quinto dia do primeiro mês de 6019 A. L. (5 de Março de 2019).

Rito de York – Cavaleiros Templários

Anno Ordinis. O ano da Ordem (A. O. ou Aa Oa) – 1118 E. C..

Significado Histórico: No ano 1118 E. C., nove cavaleiros franceses fundam a Ordem dos Pobres Companheiros de Cristo e do Templo de Salomão para proteger os peregrinos que se dirigiam à cidade de Jerusalém. O Rito de York e os Ritos dos Cavaleiros Templários baseiam o seu calendário na data da criação da ordem.

Cálculo: O Anno Ordinis obtém-se subtraindo 1118 anos da Era Vulgar, 2019 – 1118 = 901 A. O. (Ano da Ordem).

Relevância: O ano 901 A. O., celebra a existência operativa e especulativa dos Cavaleiros Templários cuja origem foi no ano 1118.

Rito de York – Capítulo do Arco Real

Anno Inventionis. No ano da descoberta. (A. I. ou Aa Ia) (530 a. C.).

Significado histórico: o rei Salomão construiu o primeiro templo. Zorobabel construiu o segundo templo, acredita-se que no ano 530 A. C. Pouco se sabe de Zorobabel, excepto que liderou o retorno dos judeus depois do seu cativeiro na Babilónia. Zorobabel foi governador da Judeia, nomeado pelo rei Ciro dos persas.

Cálculo: O Anno Inventionis é obtido adicionando 530 anos à data actual. Então 2019 + 530 = 2549 A. I. (ano da descoberta)

Relevância: O ano 2549 A. I. celebra a construção do segundo templo. Acredita-se que este templo foi construído muito perto de onde o antigo templo de Salomão foi construído.

Rito de York – Mestres Reais e Secretos (Maçonaria Críptica)

Anno Depositionis. Significa em latim, o Ano do Depósito. (A. Dep., aproximadamente 1000 a. C.).

Significado histórico: É o ano em que o primeiro templo de Salomão foi construído, e os seus segredos foram colocados sob as suas abóbadas, é por isso que se fala de Ano do Depósito. Os cálculos colocam-no 1000 anos antes de Cristo.

Cálculo: O calendário maçónico usado pelos Mestres Reais e Secretos é baseado na adição de 1000 anos ao tempo actual. 2019 E. C. ou E. V. + 1000 anos = 3019 A. Dep. (Anno Depositionis).

Relevância: O calendário maçónico dos Mestres Reais e Secretos da Maçonaria Crítica celebra o dia em que o templo de Salomão foi concluído.

Rito Antigo e Primitivo de Memphis-Misraim

Luz do Egipto. A tradição Maçónica acrescenta 4000 anos à E. V.. O calendário começa no primeiro dia de Thoth (29 de Agosto) na misteriosa estação de Shah.

Significado histórico: O Calendário Egípcio ou do Rito Antigo e Primitivo de Memphis- Misraim, é composto por 12 meses, estes por sua vez por trinta (30) dias cada. No final do ano são adicionados cinco dias chamados epagómenos. Os meses são agrupados quatro por quatro, formando as três estações do ano: Outono (Sha), Inverno (Pre) e Primavera (Schemon). Cada estação tem 4 meses com os seus respectivos nomes. É necessário ver uma tabela para saber o nome do mês.

Cálculo: No Rito de Memphis-Mizraim usa-se o termo “Luz do Egipto” e calcula-se assim: para descrever 21 de Setembro de 2019: “21º dia do mês de Paophi, da estação do Sha, no ano 6019 da Luz do Egipto“.

Relevância: Como curiosidade, recorda-se que, em algumas tradições do Rito de Memphis-Mizraim, a sua cronologia começa no ano de 1292 antes da nossa era, a data em que Ramsés II assumiu o trono do Egipto.

Autor desconhecido

Tradução de António Jorge

 

Fonte: freemason.pt

By | 2019-09-29T13:16:32+00:00 outubro 3rd, 2019|Notícias|Comentários desativados em Os diversos Calendários Maçónicos